Em Busca da Verdade...
Capítulo 4

O Primeiro plano cristão - de Adão a Jesus

(em 10 partes)

PARTE 8- Análise do Profeta Isaias

Capítulos

0- Introdução

1-Antes da Criação do Mundo

2- Período da Criação

3-Classificação dos anjos em relação aos povos da Terra

4-O Primeiro plano cristão - de Adão a Jesus (Dividido em 10 partes) leia as partes abaixo:

4.1-Adão o profeta

4.2- Adão a Noé

4.3- Primeiro pacto: Deus e Noé

4.4- Segundo pacto: Deus e Abrão

4.5-Terceiro pacto: Deus e Moises

4.6- Quarto pacto: Deus e Davi

4.7- Meios de comunicação

4.8- Análise do Profeta Isaias

4.9- Análise do Profeta Jeremias

4.10- Analise do Profeta Zacarias

5-O Segundo Plano Cristão- O Messias - apartir de Jesus (em 11 partes)

5.1- Jesus, o primeiro a ressuscitar dos mortos

5.2- Significado especial da palavra Vida e Morte

5.3- Cada um é responsável por seus atos

5.4- Os deveres dos servos Cristãos

5.5-Advertência às Igrejas Cristãs

5.6- Advertência aos Cristãos, para com o mundo espiritual

5.7- Relacionamento dos dois Adãos

5.8- Melquisedeque uma simples figura de Cristo

5.9- Jesus dá o relacionamento da família comforme quer

5.10- Classificação dos espíritos através do nascimento

5.11 Predições da vinda de Cristo nos últimos tempos

6-Juizo Final

7- Fim do Planeta Terra

 

 

 PROFETAS MAIORES

 

Profeta: Pessoa que por inspiração divina, possui a capacidade de antever os acontecimentos futuros, guiado pelo Espírito Santo de Deus. 

Nas escrituras sagradas, encontra-se relatos e fatos de profetas, como: Moisés, Samuel e Elias que são considerados os primeiros.    Contem ainda os escritos dos 16 profetas, divididos em maiores e menores conforme a quantidade e qualidade dos seus escritos. Profetas maiores: Ezequiel, Daniel, Jeremias, e Isaias. Profetas menores: Oséias, Abdias, Amos, Joel, Zacarias e Malaquias. 

Ao analisar os três profetas considerados  maiores, :  Isaias, Jeremias, Zacarias, vê-se todo o plano de Deus inserido em suas profecias. Cada um à sua maneira, mas, todos unânimes quanto ao principio, meio e fim em relação à luta e à busca da conquista para resgatar os espíritos ou seres que estão envolvidos dentro deste sistema solar. Em cada trecho  selecionado e às vezes  reduzido, far-se-á  menção a cada capítulo ou trecho, ressaltando o assunto, facilitando assim a captação da mensagem.

Iniciaremos com o profeta Isaías.

ISAÍAS

 Isaias - Cap. 9 - Vers. 1 a 7

Previsão do nascimento de Jesus.

1. Mas a terra, que foi angustiada, não será entenebrecida.  Ele envileceu, nos primeiros tempos, a terra de Zebulon, e a terra de Naftali; mas nos últimos a enobreceu junto ao caminho do mar, além do Jordão, a Galiléia dos gentios.

2. O povo que andava em trevas, viu uma grande luz, e sobre os que habitavam na região da sombra de morte resplandeceu a luz.

3. Tu multiplicaste este povo, a alegria lhes aumentaste: todos se alegrarão perante ti, como se alegram na ceifa e como exultam quando se repartem os despojos.

4. Porque tu quebraste o jugo que pesava sobre ele, a vara que lhe feria os ombros, e o cedro do seu opressor como no dia dos midianitas.

5. Porque toda a armadura daqueles que pelejavam com ruído, e os vestidos que rolavam no sangue serão queimados, servirão de pasto ao fogo.

6. Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Conselheiro, Deus forte, Pai da eternidade, Príncipe da paz.

7. Do incremento deste principado e da paz não haverá fim, sobre o trono de Davi e no seu reino, para o firmar e o fortificar em juízo e em justiça, desde agora para sempre; o zelo do Senhor dos Exércitos fará isto.

 

Advertência aos que decretam leis injustas. (Isso é também  mencionado por Paulo em  Aos Romanos cap. 9  vers. 27 a 29 )

Isaias - Cap. 10 - Vers. 1 e 2 

 

1  Ai dos que decretam leis injustas e dos escrivãos que escrevem perversidades,

2 para prejudicarem os pobres em juízo, e para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo, e para despojarem as viúvas, e para roubarem os órfãos!

 

 Isaias - Cap. 10 - Vers. 20 a 22

 

20  E acontecerá, naquele dia, que os resíduos de Israel e os escapados da casa de Jacó nunca mais se estribarão sobre o que os feriu; antes, se estribarão sobre o SENHOR, o Santo de Israel, em verdade.

21  Os resíduos se converterão, sim, os resíduos de Jacó, ao Deus forte.

22  Porque ainda que o teu povo, ó Israel, seja como a areia do mar, um resto dele se converterá; uma destruição está determinada, trasbordando de justiça.

 

Previsão do Estado de Israel.

Não devemos nos esquecer que o povo escolhido de Deus é o povo Judeu, segundo a Bíblia Sagrada nos relata. Hoje todos nos, judeus e não judeus,  podemos ter acesso a salvação pois, Jesus Cristo veio para o seu povo, porém eles não o reconheceram e Jesus afirmou que não somente o povo judeu poderia receber a Vida Eterna, mas todo aquele que crer em seu nome (Jesus Cristo), se arrepender de seus pecados e seguir os seus mandamentos receberiam a Vida Eterna.

Leremos abaixo um trecho de Isaías onde ele profetiza que todos os judeus espalhados pelo mundo seriam reorganizados em um lugar específico na Terra Santa....

Isaias - Cap. 11 - Vers. 6 a 12

 

6  E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão, e a nédia ovelha viverão juntos, e um menino pequeno os guiará.

7  A vaca e a ursa pastarão juntas, e seus filhos juntos se deitarão; e o leão comerá palha como o boi.

8  E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e o já desmamado meterá a mão na cova do basilisco.

9  Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da minha santidade, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.

10  E acontecerá, naquele dia, que as nações perguntarão pela raiz de Jessé, posta por pendão dos povos, e o lugar do seu repouso será glorioso.

11  Porque há de acontecer, naquele dia, que o Senhor tornará a estender a mão para adquirir outra vez os resíduos do seu povo que restarem da Assíria, e do Egito, e de Patros, e da Etiópia, e de Elão, e de Sinar, e de Hamate, e das ilhas do mar.

12  E levantará um pendão entre as nações, e ajuntará os desterrados de Israel, e os dispersos de Judá congregará desde os quatro confins da terra.

 

Nesta passagem do mesmo profeta, há uma afirmação que haveria em um determinado tempo futuro, abundância de salvação, sabedoria e ciência. Com a nossa ciência avançando de forma extraordinária e com milhares de igrejas cristãs se multiplicando numa velocidade nunca antes vista, estaria o profeta falando na passagem abaixo, sobre os dias de hoje?

Isaias - Cap. 33 - Vers. 1 a 6

 

1  Ai de ti despojador que não foste despojado e que ages perfidamente contra os que não agiram perfidamente contra ti! Acabando tu de despojar, serás despojado;  e, acabando tu de tratar perfidamente, perfidamente te tratarão.

2  SENHOR, tem misericórdia de nós! Por ti temos esperado; sê tu o nosso braço cada manhã, como também a nossa salvação em tempos de tribulação.

3  Ao ruído do tumulto, fugirão os povos; à tua exaltação as nações serão dispersas.

4  Então, ajuntar-se-á o vosso despojo como se apanha o pulgão; como os gafanhotos saltam, ali saltará.

5  O SENHOR é exaltado, pois habita nas alturas; encheu a Sião de retidão e de justiça.

6  E haverá estabilidade nos teus tempos, abundância de salvação, sabedoria e ciência; e o temor do SENHOR será o seu tesouro.

 

O profeta Isaías no cap. 40 vers. 1 a 31   retrata e transmite um retrospecto da criação da humanidade, repetindo exatamente o capítulo de Salomão onde se tratava da Sabedoria, citado anteriormente.

Tentando entender um pouco mais a respeito da criação, podemos notar que o profeta confirma que gerações inteiras estão presentes neste mundo desde a sua fundação. Este processo, aparentemente complicado, na verdade é simples, através da correção de cada indivíduo.   Há um retrospecto da sabedoria (ciência) e o Verbo. Fala-se sobre o  poder de Deus e o livramento prometido ao seu povo, que estava aqui na Terra desde o princípio e permanecerão até o dia do Juízo Final. Temos também uma afirmação de algo que só fora comprovado muitos anos depois,  sobre a nossa Terra.  O fato dela ser redonda (ver. 22). Leiamos:

 

Isaias - Cap. 40 - Vers. 01 a 31

 

1   Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus.

2   Falai benignamente a Jerusalém, e bradai-lhe que já a sua malícia é acabada, que a sua iniqüidade está expiada e que já recebeu em dobro da mão do Senhor, por todos os seus pecados.

3   Eis a voz do que clama: Preparai no deserto o caminho do Senhor; endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus.

4   Todo vale será levantado, e será abatido todo monte e todo outeiro; e o terreno acidentado será nivelado, e o que é escabroso, aplanado.

5   A glória do Senhor se revelará; e toda a carne juntamente a verá; pois a boca do Senhor o disse.

6   Uma voz diz: Clama. Respondi eu: Que hei de clamar? Toda a carne é erva, e toda a sua beleza como a flor do campo.

7   Seca-se a erva, e murcha a flor, soprando nelas o hálito do Senhor. Na verdade o povo é erva.

8    Seca-se a erva, e murcha a flor; mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente.

9   Tu, anunciador de boas-novas a Sião, sobe a um monte alto. Tu, anunciador de boas-                           novas a Jerusalém, levanta a tua voz fortemente; levanta-a, não temas, e dize às cidades de Judá: Eis aqui está o vosso Deus.

10  Eis que o Senhor JEOVÁ virá como o forte, e o seu braço dominará; eis que o seu galardão vem com ele, e o seu salário, diante da sua face.

11  Como pastor, apascentará o seu rebanho; entre os braços, recolherá os cordeirinhos e os levará no seu regaço; as que amamentam, ele as guiará mansamente.

12  Quem mediu com o seu punho as águas, e tomou a medida dos céus aos palmos, e recolheu em uma medida o pó da terra, e pesou os montes e os outeiros em balanças?

13  Quem guiou o Espírito do SENHOR? E que conselheiro o ensinou?

14  Com quem tomou conselho, para que lhe desse entendimento, e lhe mostrasse as veredas do juízo, e lhe ensinasse sabedoria, e lhe fizesse notório o caminho da ciência?

15  Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde e como o pó miúdo das balanças; eis que lança por aí as ilhas como a uma coisa pequeníssima.

16  Nem todo o Líbano basta para o fogo, nem os seus animais bastam para holocaustos.

17  Todas as nações são como nada perante ele; ele considera-as menos do que nada e como uma coisa vã.

18  A quem, pois, fareis semelhante a Deus ou com que o comparareis?

19  O artífice grava a imagem, e o ourives a cobre de ouro e cadeias de prata funde para ela.

20  O empobrecido, que não pode oferecer tanto, escolhe madeira que não se corrompe; artífice sábio busca, para gravar uma imagem que se não pode mover.

21  Porventura, não sabeis? Porventura, não ouvis? Ou desde o princípio se vos não notificou isso mesmo? Ou não atentastes para os fundamentos da terra?

22  Ele é o que está assentado sobre o globo da terra, cujos moradores são para ele como gafanhotos; ele é o que estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar;

23  o que faz voltar ao nada os príncipes e torna coisa vã os juízes da terra.

24  E não se plantam, nem se semeiam, nem se arraiga na terra o seu tronco cortado; sopra sobre eles, e secam-se; e um tufão, como pragana, os levará.

25  A quem pois me fareis semelhante, para que lhe seja semelhante? —diz o Santo.

26  Levantai ao alto os olhos e vede quem criou estas coisas, quem produz por conta o seu exército, quem a todas chama pelo seu nome; por causa da grandeza das  suas forças e pela fortaleza do seu poder, nenhuma faltará.

27  Por que, pois, dizes, ó Jacó, e tu falas, ó Israel: O meu caminho está encoberto ao SENHOR, e o meu juízo passa de largo pelo meu Deus?

28  Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos confins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não há esquadrinhação do seu entendimento.

29  Dá vigor ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.

30  Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os jovens certamente cairão.

31  Mas os que esperam no SENHOR renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão.

 

Como comentamos antes do texto acima, Isaias 40  nos dá uma explicação que  nós aqui na Terra estamos confinados, sendo observados e que somos muito pequenos em relação ao Universo (15, 22) Também nos diz que não há tempo para Deus, e que Ele não se cansa.(28) e que nos aqui na Terra, podemos levantar os olhos para o céu e enxergar os astros, estrelas e galáxias.(26) Ao checarmos este  mesmo versículo no texto original, perceberemos que ele está falando que existe outras vidas no Universo e tudo está sob o controle absoluto de Deus. Leremos o mesmo versículo 26 em outra versão....Erguei os olhos para o alto e vede: Quem criou estes( astros )? É ele que põem em marcha o seu exército bem contado, chamando a cada um pelo nome: então amplo é seu poder e irresistível sua força que nenhum deles falta a chamada.   Ora, fica muito mais claro entender que nos viemos de uma batalha do Universo e estamos confinados dentro deste tempo para expiação e juízo, e aqueles que esperam no Senhor, serão renovados, apesar de seu cansaço desde a fundação da Terra.

Os capítulos abaixo, no entanto, falam de prisões, mas não são penitenciárias e sim prisões da alma, em relação ao pecado.  O indivíduo se envolve através da vida material e não quer enxergar um domínio maior (espiritual), no qual o prêmio pela retidão da sua vida, seria o retorno para a Vida Eterna em algum lugar do Universo, junto à Deus.

Neste texto abaixo Deus está falando de seu Servo escolhido ( Jesus, o Verbo, a Sabedoria ) como vimos antes:

Isaias - Cap. 42 - Vers.1 a 25

 

1  Eis aqui o meu Servo, a quem sustenho, o meu Eleito, em quem se compraz a minha alma; pus o meu Espírito sobre ele; juízo produzirá entre os gentios.

2  Não clamará, não se exaltará, nem fará ouvir a sua voz na praça.

3  A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; em verdade, produzirá o juízo.

4  Não faltará, nem será quebrantado, até que ponha na terra o juízo; e as ilhas aguardarão a sua doutrina.

5  Assim diz Deus, o SENHOR, que criou os céus, e os estendeu, e formou a terra e a tudo quanto produz, que dá a respiração ao povo que nela está e o espírito, aos que andam nela.

6  Eu, o SENHOR, te chamei em justiça, e te tomarei pela mão, e te guardarei, e te darei por concerto do povo e para luz dos gentios;

7  para abrir os olhos dos cegos, para tirar da prisão os presos e do cárcere, os que jazem em trevas.

8  Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura.

9  Eis que as primeiras coisas passaram, e novas coisas eu vos anuncio, e, antes que venham à luz, vo-las faço ouvir.

10  Cantai ao SENHOR um cântico novo e o seu louvor, desde o fim da terra, vós que navegais pelo mar e tudo quanto há nele; vós, ilhas e seus habitantes.

11  Alcem a voz o deserto e as suas cidades, com as aldeias que Quedar habita; exultem os que habitam nas rochas e clamem do cume dos montes.

12  Dêem glória ao SENHOR e anunciem o seu louvor nas ilhas.

13  O SENHOR, como poderoso, sairá; como homem de guerra, despertará o zelo; clamará, e fará grande ruído, e sujeitará os seus inimigos.

14  Por muito tempo, me calei, estive em silêncio e me contive; mas, agora, darei gritos como a que está de parto, e a todos assolarei, e juntamente devorarei.

15  Os montes e outeiros tornarei em deserto, e toda a sua erva farei secar, e tornarei os rios em ilhas, e as lagoas secarei.

16  E guiarei os cegos por um caminho que nunca conheceram, fá-los-ei caminhar por veredas que não conheceram; tornarei as trevas em luz perante eles e as coisas tortas farei direitas. Essas coisas lhes farei e nunca os desampararei.

17  Tornarão atrás e confundir-se-ão de vergonha os que confiam em imagens de escultura e dizem às imagens de fundição: Vós sois nossos deuses.

18  Surdos, ouvi, e vós, cegos, olhai, para que possais ver.

19  Quem é cego, senão o meu servo ou surdo como o meu mensageiro, a quem envio? E quem é cego como o galardoado e cego, como o servo do SENHOR?

20  Tu vês muitas coisas, mas não as guardas; ainda que tenha os ouvidos abertos, nada ouve.

21  O SENHOR se agradava dele por amor da sua justiça; engrandeceu-o pela lei e o fez glorioso.

22  Mas este é um povo roubado e saqueado; todos estão enlaçados em cavernas e escondidos nas casas dos cárceres; são postos por presa, e ninguém há que os livre; por despojo, e ninguém diz: Restitui.

23  Quem há entre vós que ouça isso? Que atenda e ouça o que há de ser depois?

24  Quem entregou Jacó por despojo e Israel, aos roubadores? Porventura, não foi o SENHOR, aquele contra quem pecaram e nos caminhos do qual não queriam andar, não dando ouvidos à sua lei?

25  Pelo que derramou sobre eles a indignação da sua ira e a força da guerra e lhes pôs labaredas em redor, mas nisso não atentaram; e os queimou, mas não puseram nisso o coração.

Este texto lido, mais uma vez, nos confirma que Deus nos mandou o seu Escolhido, pois o seu Povo não conseguiu enxergar e escutar a mensagem trazida pelos seus profetas que vieram anunciando e prevenindo a todo o  povo desde o princípio da criação, e que as coisas velhas passaram, porém, depois de Jesus, as novas coisas seriam anunciadas por Ele. ( Ver.9)

Tudo está perfeitamente em harmonia. Todos os profetas e apóstolos falaram a mesma coisa, sempre havendo um princípio, um meio e um fim. E todos fazem parte de um contexto histórico, que foi se confirmando no desenrolar dos tempos.

Estes textos do Segundo testamento são para ilustrar e, ao  mesmo tempo,  confirmar o que se tenta provar neste livro Em Busca da Verdade. Um plano perfeito de Deus, para recuperar a humanidade através de seus profetas enviados,  que receberam leis para serem cumpridas, onde eles mesmos entrariam nesta prova.  Todos nos estamos neste processo de recuperação.

Vejamos o que o Apóstolo Mateus nos diz:

S. Mateus - Cap. 3 - Vers. 1 a 3

 

1  E, naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia

2  e dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus.

3  Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.

 

Novamente o Apóstolo Mateus repete Isaias: Voz de quem clama no deserto:

Leiamos:

S. Mateus - Cap.12 - Vers. 17 a 21

 

17  para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz:

18  Eis aqui o meu servo que escolhi, o meu amado, em quem a minha alma se compraz; porei sobre ele o meu Espírito, e anunciará aos gentios (as nações) o juízo.

19  Não contenderá, nem clamará, nem alguém ouvirá pelas ruas a sua voz;

20  não esmagará a cana quebrada e não apagará o morrão que fumega, até que faça triunfar o juízo.

21  E, no seu nome, os gentios –(as nações) esperarão.

 

O profeta Isaías mais uma vez está falando no texto abaixo, sobre o escolhido de Deus,  confirmando o que Mateus retrata acima. Isaias também faz menção a reunificação de Israel.

Leiamos:

 Isaias - Cap. 43 - Vers. 1 a 20

 

1  Mas, agora, assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome; tu és meu.

2  Quando passares pelas águas, estarei contigo, e, quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.

3  Porque eu sou o SENHOR, teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e Sebá, por ti.

4  Enquanto foste precioso aos meus olhos, também foste glorificado, e eu te amei, pelo que dei os homens por ti, e os povos, pela tua alma.

5  Não temas, pois, porque estou contigo; trarei a tua semente desde o Oriente e te ajuntarei desde o Ocidente.

6  Direi ao Norte: Dá; e ao Sul: Não retenhas; trazei meus filhos de longe e minhas filhas das extremidades da terra,

7  a todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória; eu os formei, sim, eu os fiz.

8  Trazei o povo cego, que tem olhos; e os surdos, que têm ouvidos.

9  Todas as nações se congreguem, e os povos se reúnam; quem dentre eles pode anunciar isto e fazer-nos ouvir as coisas antigas? Apresentem as suas testemunhas, para que se justifiquem, e para que se ouça, e para que se diga: Verdade é.

10  Vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR, e o meu servo, a quem escolhi; para que o saibas, e me creiais, e entendais que eu sou o mesmo, e que  antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá.

11  Eu, eu sou o SENHOR, e fora de mim não Salvador.

12  Eu anunciei, e eu salvei, e eu o fiz ouvir, e deus estranho não houve entre vós, pois vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR; eu sou Deus.

13  Ainda antes que houvesse dia, eu sou; e ninguém que possa fazer escapar das minhas mãos; operando eu, quem impedirá?

14 Assim diz o SENHOR, teu Redentor, o Santo de Israel: Por amor de vós, enviei inimigos contra a Babilônia e a todos farei descer como fugitivos, isto é, os caldeus, nos navios com que se vangloriavam.

15  Eu sou o SENHOR, vosso Santo, o Criador de Israel, vosso Rei.

16  Assim diz o SENHOR, o que preparou no mar um caminho e nas águas impetuosas, uma vereda;

17  o que trouxe o carro e o cavalo, o exército e a força; eles juntamente se deitaram e nunca se levantarão; estão extintos e como um pavio, se apagaram.

18  Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas.

19  Eis que farei uma coisa nova, e, agora, sairá à luz; porventura, não a sabereis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo.

20  Os animais do campo me servirão, os dragões e os filhos do avestruz; porque porei águas no deserto e rios, no ermo, para dar de beber ao meu povo, ao meu eleito.

Aqui vale o mesmo comentário feito após a leitura do capítulo 42 de Isaias, pois ele repete exatamente a mesma coisa

Isaias - Cap. 44 - Vers. 8 a 20

 

8  Não vos assombreis, nem temais; porventura, desde então, não vo-lo fiz ouvir e não vo-lo anunciei? Porque vós sois as minhas testemunhas. Há outro Deus além de mim? Não! Não há outra Rocha que eu conheça.

9  Todos os artífices de imagens de escultura são vaidade, e as suas coisas mais desejáveis são de nenhum préstimo; e suas mesmas testemunhas nada vêem, nem entendem, para que eles sejam confundidos.

10  Quem forma um deus e funde uma imagem de escultura, que é de nenhum préstimo?

11  Eis que todos os seus seguidores ficarão confundidos, pois os mesmos artífices são dentre os homens; ajuntem-se todos e levantem-se; assombrar-se-ão e serão juntamente confundidos.

12  O ferreiro faz o machado, e trabalha nas brasas, e o forma com martelos, e o lavra com a força do seu braço; ele tem fome, e a sua força falta, e não bebe água, e desfalece.

13  O carpinteiro estende a régua, e emprega a almagra, e aplaina com o cepilho, e marca com o compasso, e faz o seu deus à semelhança de um homem, segundo a forma de um homem, para ficar em casa.

14  Tomou para si cedros, ou toma um cipreste, ou um carvalho e esforça-se contra as árvores do bosque; planta um olmeiro, e a chuva o faz crescer.

15  Então, servirão ao homem para queimar; com isso, se aquenta e coze o pão; também faz um deus e se prostra diante dele; fabrica uma imagem de escultura e ajoelha diante dela.

16  Metade queima, com a outra metade come carne; assa-a e farta-se; também se aquenta e diz: Ora, me aquentei, já vi o fogo.

17  Então, do resto faz um deus, uma imagem de escultura; ajoelha-se diante dela, e se inclina, e lhe dirige a sua oração, e diz: Livra-me, porquanto tu és o meu deus.

18  Nada sabem, nem entendem; porque se lhe untaram os olhos, para que não vejam, e o coração, para que não entendam.

19  E nenhum deles toma isso a peito, e já não têm conhecimento nem entendimento para dizer: Metade queimei, e cozi pão sobre as suas brasas, e assei sobre elas carne, e a comi; e faria eu do resto uma abominação? Ajoelhar-me-ia eu ao que saiu de uma árvore?

20  Apascenta-se de cinza; o seu coração enganado o desviou, de maneira que não pode livrar a sua alma, nem dizer: Não há uma mentira na minha mão direita?

 

Este trecho lido,  nos faz refletir especificamente sobre  o uso de imagens  de esculturas em muitas igrejas cristãs,  o que  além de ser condenado de ponta a ponta nas Escrituras Sagradas, também faz parte dos dez mandamentos de Deus. Muitos religiosos tentam se justificar, dizendo que as imagens são apenas uma referência dos Santos de Deus, mas como estamos lendo, sabemos que não podemos aceitar tal referência. Fica esta reflexão para que o leitor possa tirar suas conclusões.

 

 

Copyright © 2008, www.embuscadaverdade.com.br. All rights reserved.
Webmaster : J.E.S.